Dicas rápidas para começar a importar

Sem dúvidas, com o aumento da importação, o mercado chinês e o mercado brasileiro nunca estivem tão próximos. O fato é que o mercado chinês oferece preços muito atrativos aliados a produtos de qualidade, que se tornam muito atraentes para quem é do ocidente, como nós.

No entanto, assim como qualquer outro mercado, o mercado as China também têm suas peculiaridades e a importação deve ser feita com muita atenção sempre. Muitas pessoas estão adorando importar pelo site banggood, porém alguns ainda tem dúvidas se o banggood é confiável, mas iremos falar um pouco há mais sobre isso.

Mais do que isso, a economia mundial tem se apresentado um tanto instável, sendo necessário atenção às oportunidades.

Então, vamos conhecer a seguir algumas dicas para começar a importar da China:

  • Cotação do dólar: é muito importante observar sempre a cotação do dólar, que vem apresentando muita oscilação nos últimos tempos. Isso porque o seu lucro tem relação direta com os eu custo de importação.
  • Importação simplificada: para importar não é necessário ter uma empresa especializada e habilitada no Radar. Embora isso seja necessário, existe a opção de importação simplificada, que ajuda as pessoas físicas a fazerem suas compras sem toda essa burocracia.
  • Exigências legais: cada país possui suas exigências e leis e, para poder importar, é importante conhece-las. Então, consulte os órgãos nacionais para ver se os produtos que você vai importar precisam de algum tipo de autorização especial.
  • Conheça o mercado chinês: depois de estar em dia com as exigências do Brasil, é importante conhecer o mercado que vai ser seu fornecedor. Conheça os principais comerciantes, suas regras e entenda o tipo de negócio praticado por eles.
  • Viabilidade financeira: para ter certeza que o produto escolhido para importação é viável, pegue todos os dados coletados, fale com um despachante aduaneiro e depois calcule todos os custos que você vai ter para efetivas essa importação, considerando os impostos. Depois, acrescente seus custos e também o lucro, para ver se os produtos são, de fato, vendáveis em nossas terras.
  • Frete e seguro: com toda a mercadoria escolhida, planejamento feito e custos determinados, é importante cuidar ainda da contratação de um seguro e do frete. Isso pode ser feito diretamente pelo agente de carga ou por uma seguradora.

O mais importante de tudo é estar sempre aprendendo, pesquisando e se informando a respeito dos procedimentos necessários para começar a importar agora mesmo.

Assim você evita surpresas e ainda garante os bons resultados do seu negócio.

Se você quer conhecer mais dicas para começar a importar, veja o vídeo abaixo: